Rapadura News


Reminiscências, controle remoto e lixo televisivo

Corria os anos 80, meados dos 80 do Século deixado para trás, e eis que surge uma novidade em minha casa: uma TV em cores. Minha família tinha deixado Brasília há uns cinco anos e lá assistíamos numa TV em preto e branco. Não só a novidade adquirida pelo meu pai no Jumbo (onde hoje é o Rebouças da Avenida Alberto Maranhão) vinha para colorizar minha vida, como a TV da marca Mitsubishi (foto abaixo) “cuspia” um controle remoto. Olha só: o controle era “destacável”. Começa assim a cultura do “Zap”, zapear; não queria assistir comerciais? Era só mudar de canal sem levantar do sofá. Não só uma novidade para uma criança que assistia filmes de “Far West” na Globo, aos sábados, como assistia Sílvio Santos, Chaves, Xuxa, TV Colosso, séries como Manimal, Profissão: Perigo, Águia de Fogo, desenhos e outras infinidades de programas. Hoje temos TVs mais finas que minhas pernas, com alta resolução, mas com programação de dar dor de cabeça em “anador”. Os tempos mudaram? Paulo Linhares diz que se você oferecer osso a cachorro ele vai se agarrar àquilo, mas ofereça filé mingnon... Se nosso povo tivesse programação de primeira, educativa, informativa, colaborativa, talvez não víssemos milhões de pessoas assistindo BBB. Como sou adepto do zapeamento, não assisto. Esse é o meu protesto contra programas que não influem nem contribuem com meu aprendizado intelectual. Bom dia!

 

TV Mitsubishi dos anos 80: onde tem as teclas dos canais é o controle remoto "destacável"

 

CIRCUITO VERÃO

O Serviço Social do Comércio (SESC) realizará em Tibau o Circuito Verão 2014. Atrações circenses e musicais, serviços de saúde, esportes e recreação infantil serão oferecidos gratuitamente neste fim de semana (18 e 19/01), das 8h às 15h, na beira-mar. Outra atração será o Circo Arlequim, da Paraíba. Maiores informações no www.sescrn.com.br


 

Veículos do Conselho Tutelar estão no pátio da concessionária Fiat local

 

BOA NOTÍCIA

O Conselho Tutelar de Mossoró – 33ª e 34ª Zonas – deverá “ganhar” em breve quatro veículos para facilitar o trabalho em defesa da criança e do adolescente.

Fique por dentro e saiba como funciona e os quais objetivos dos conselhos tutelares no Brasil: http://pt.wikipedia.org/wiki/Conselho_Tutelar

 

DICA DE FILME

Santos e Soldados – Missão Berlim. Sinopse: “Em 15 de agosto de 1944, o 517º Regimento de paraquedistas salta sobre o sul da França. Sua missão é proteger as tropas aliadas que marchavam para Berlim. Eles caem sob ataque imediato. Em seu esforço para cumprir os objetivos e proteger sua unidade, três paraquedistas perdidos se depararam com um grupo da resistência francesa e decidem ajudar a libertar os guerrilheiros presos.”

 

 

DATA

Em 17 de janeiro de 1902 circulava o primeiro número do jornal “O Comércio de Mossoró”; em 1932 era fundada a Associação dos Professores de Mossoró (APM) (Cronologias do RN – Cinco Séculos de História, Aluísio Azevedo).

 

ENEM

Já estão abertas as inscrições para curso preparatório para o ENEM 2014, a ser realizado pelo Diocesano Vestibulares. Com turmas pela manhã e noite, as aulas começarão no próximo dia 4. Maiores informações pelo telefone 3316.3766.

 

INOPERANTE

Ainda não estão funcionando os semáforos do cruzamento da rua Francisco Solón com Francisco Romualdo, pronto crítico no trânsito no bairro Boa Vista.

 

Há muito que o cruzamento merece um semáforo


MÚSICA

REM – Find the River

 



Escrito por elinhares às 10h26 AM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


CONVENIÊNCIAS POLÍTICAS


Pouca gente percebe na filiação de Marina Silva (foto acima) ao Partido Socialista Brasileiro (PSB) que o projeto da ex-senadora nunca foi e nem será estar filiada a esta legenda. Como teve o projeto Rede Sustentabilidade frustrado, Marina se viu enredada numa costura política do habilidoso Eduardo Campos, governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, sabidamente pré-candidato à presidência da República. A ida de Marina para constituir uma possível chapa puro-sangue foi vista como inteligentíssima pelos analistas de plantão, haja vista o desempenho eleitoral da ex-senadora nas eleições próximas passadas à presidência, quando estava matriculada no Partido Verde, ter sido explêndido; capital de votos invejável. Só que Marina jamais abandonou seu sonhado projeto. A Rede Sustentabilidade continua sendo costurada, viabilizada. Todavia, o que quero chamar a atenção é para o trato dispensado aos partidos políticos nessas transações pré-campanhas. Os partidos políticos são essenciais para a democracia mas, no fim das contas, são meros fantoches, coadjuvantes, moeda de troca. Como a Lei Eleitoral exige a filiação a partido político um ano antes das eleições, vejo como oportunista a filiação de Marina Silva ao PSB se ela ainda anseia em “parir” a Rede Sustentabilidade. Isso é só sinal de que antes as conveniências pessoais, depois a ética.

 

CANTORIA

Uma dica para quem gosta de cantoria: sábado, dia 18, no Bar do Manoel, terá uma com Raimundo Lira e Zé Monteiro. O Bar do Manoel fica na General Péricles, na Ilha de Santa Luzia. Informações: 8758.2260.

 

ÓTICA

Mossoró ganhou esses dias mais uma ótica. É a Ferrovia Eyewear, que está com programação de inauguração, com óculos a partir das 59,90. Rua Tiradentes, 39, Centro (facebook.com/ferroviaweb; oculosferrovia.com.br).

 

ARTIGO

DE PELOURINHO VIRTUAL

Paulo Afonso Linhares - Doutor em Direito e professor da Uern

             Quase que a lua cai uma banda com a declaração do cineasta dinamarquês Lars von Trier, que competia pela Palma de Ouro do Festival de Cannes, França, com o filme “Melancholia” (Melancolia), dada por ocasião da conferência de imprensa sobre a obra, quando para espanto geral afirmou que “(…) Entendo Hitler, simpatizo um pouco com ele.” Bobagem. Lars von Trier conseguiu o desiderato que era chamar atenção para seu filme inequivocamente insosso e que, em resumo, trata do fastio que arrasta certo tipo de abuso do sexo e da própria sexualidade; essas coisas bem cranianas muito típicas da frigidez nórdica e incompreensível para nós, cá nos trópicos, mormente porque sequer “existe pecado do lado de baixo do Equador”, como reza antiga canção de Chico Buarque.

            É interessante como os valores de cada época marcam as pessoas e ditam comportamentos. Não custa lembrar que, em meados dos anos ‘30 do século XX, o político austríaco Adolf Hitler tornara-se o “enfant gâté” (algo como criança mimada) daqueles que olhavam com pavor os avanços do comunismo a partir do leste europeu; era, assim, o perfeito antídoto contra os seguidores do marxismo-leninismo, mormente a sua principal personificação, Josef Stalin. Não era segredo a admiração por Hitler que nutria o rei Eduardo VIII, do Reino Unido (cujo reinado foi de 20 de janeiro a 11 de dezembro de 1936) e seu irmão e sucessor, rei Jorge VI, entusiasta da política de aproximação com a Alemanha nazista do primeiro-ministro britânico Neville Chamberlain. Tanto entusiasmo que o historiador John Grigg descreveu esse comportamento do rei como "o ato mais inconstitucional tomado por um soberano britânico neste século”.  Nestes prados tupiniquins, parcela majoritária das elites e o próprio governo Getúlio Vargas (que entregou a ativista política Olga Benario Prestes à Gestapo, posteriormente morta em campo de concentração) eram admiradores de Hitler e do nazismo.

            Claro, com o desfecho da Segunda Guerra Mundial Hitler passou a ser visto como uma das almas mais sebosas da História, repositório humano de todos os vícios e taras imagináveis. Sem dúvida, uma enorme mudança de paradigmas ocorreu.  Todavia, seis décadas depois eis que uma imagem positiva de Hitler (e mesmo do nazismo) tem sido reconstruída. Pouco antes de morrer, Michael Jackson afirmou que “Hitler foi um gênio”. A cantora Madonna até tem usado imagens nazistas e do próprio Hitler no seu “MDNA World Tour”, inclusive numa apresentação que fez – pasmem! – em Tel-Aviv, Israel. Parece que as demonizações de algumas personagens históricas findam como toscas e insuficientes abordagens de fenômenos sócio-políticos bem mais profundos e abrangentes. Com muita razão e acerto a filósofa Hannah Arendt, sem concessões à mediocridade das demonizações fáceis, traçou com fortes tintas um retrato definitivo do Estado totalitário (no livro “As Origens do Totalitarismo”), mesmo porque ela sabia – e sofreu na própria pele – que a ideologia do Nacional-Socialismo (o movimento nazista) e suas consequências práticas transcendiam à figura singular de Adolf Hitler.

            As demonizações fáceis sempre são perigosas. A propósito, repercute muito, ainda, o episódio envolvendo o desembargador Dilermando Mota, do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, em que discutiu asperamente como um empregado de estabelecimento comercial da capital, com intervenção de outro cliente. Ao quer parece, um fato que envolveu, de parte a parte, cabeça quente e falta de urbanidade. Porém, de repente um pequeno e não menos lastimável episódio – sem precisar apurações de culpas – tomou ares de conflito estelar. E o desembargador Dilermando passou a sofrer um bombardeio inusitado a partir das redes sociais, como se tivesse cometido o mais grave dos crimes. Aliás, em que pese o recato que deva ter qualquer autoridade pública, mormente os magistrados (justo por sancionarem condutas delitivas), nos espaços da vida privada, fato é que o “affaire” da Padaria Mercatto nada tem a ver com o exercício da função pública por parte do cidadão Dilermando Mota. Esse fato poderia até merecer sancionamento moral (jamais um linchamento moral, como vem ocorrendo), porém, estaria longe de afetar o desempenho do múnus público que lhe é afeto.

Aliás, há cerca de duas décadas que acompanho a trajetória desse magistrado: nada de mais ou de menos na vida de um cidadão de origem humilde e negro que, pelo esforço, tem superado muitos desafios e hoje, condignamente, compõe a mais alta corte judiciária deste Estado. Não há razão, aqui, para defesa graciosa ou de algum modo interesseira. Decerto, muito desse burburinho da Mercatto decorra do preconceito que muitos têm em face desse homem de origem humilde e negro que se tornou desembargador. Fosse ele puxado para louro, um branco leitoso e dono de algum dos sobrenomes ilustres desta taba do índio Poti, nada teria ultrapassado as caras roletas daquela padaria chique. “Delenda Dilermando”, todavia, até agora é o que indagam histéricos os paladinos da cidadania no tuíte e no feicebuque, esse novos pelourinhos virtuais. Uma coisa odiosa, também. Isto, claro, sem entrar no mérito dessa arenga besta de café-da-manhã-na-padaria, mais um modismo de Natal.

 

DICA DE FILME


Longa metragem espanhol de 2011, “Enquanto Você Dorme” mostra o infeliz Cesar e sua mente doentia e obssessiva. Sinopse: “Os moradores do edifício em Barcelona onde Cesar trabalha como porteiro não estão cientes de suas ocupações nas horas de folga. Ele conhece todos os detalhes íntimos dos residentes, sabe tudo sobre eles, incluindo Clara, uma jovem despreocupada que sempre vê o lado positivo das coisas. Seu jeito alegre incomoda Cesar, e ele fará de tudo para tirar o sorriso de seu rosto, pois ele se alimenta das dores alheias. Ele sente prazer com o sofrimento dos outros, plantando a semente da dor e vendo-a crescer. Mas, Cesar está começando a ficar arrogante, e logo os seus cuidadosos planos serão revelados. Felizmente, para ele, ainda existe uma carta na manga…”.

 

DATA

Em 16 de janeiro de 1840 chegava a Natal o navio “São Sebastiçao”, conduzindo o Duque de Caxias (Cronologias do RN – Cinco Séculos de História, Aluísio Azevedo)

 

 

Saiba mais sobre o Duque de Caxias: http://pt.wikipedia.org/wiki/Lu%C3%ADs_Alves_de_Lima_e_Silva



Escrito por elinhares às 10h30 AM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


EU VOLTEI...

Muitos amigos, como o ex-vereador Pedro Edilson – um dos entusiastas dos meus textos – sempre me perguntam porquê parei de escrever para este blog.

Realmente o meu envolvimento com estudos do Direito para passar no Exame de Ordem, os afazeres na Difusora e a atenção para com a família e amigos, monopolizaram horas e mais horas que, ao fim e ao cabo, entendi que não as tinha para escrever e se não for para manter um compromisso diário com o leitor, melhor dar um tempo...

Bom, mas estou de volta e farei o máximo para me manter informando e manter o leitor (sempre e bem) informado... Palavra de escoteiro.

 

DICA DE FILME

Para quem gosta de filme nacional, esse nem passou na televisão: Educação Sentimental, de Júlio Bressane. No Canal Brasil (Sky, 55), dia 28 próximo, às 22h.


 O diretor de cinema Júlio Bressane

 

MOÇAMBICANOS NA UERN

Cinco estudantes oriundos de Moçambique, país do sudeste africano, vão participar, durante dois meses, de um projeto de pesquisa na Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). Eles estarão vindo para a instituição de ensino superior dentro do Programa de Incentivo a Formação de Estudantes de Angola e Moçambique e vão atuar nas áreas de biologia, química, computação e ciências sociais.

 

CALENDÁRIO OAB

Os estudantes a partir do nono período e bacharéis em Direito que quiserem prestar o XIII Exame de Ordem Unificado, muito atenção para o calendário de provas, divulgado nesta segunda-feira (13) pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB): a publicação do edital de abertura será no dia 27/02/2014. O período de inscrição será de 27/02 /2014 a 11/03/2014. A prova objetiva - 1ª fase - será em 13/04/2014 e a prova prático-profissional - 2ª fase – no dia 01/06/2014            .

 

CASAS

O prefeito em exercício Francisco José da Silveira Júnior anunciou ontem a construção de 844 casas para famílias com renda até três salários mínimos, por intermédio do programa Minha Casa, Minha Vida. As casas serão erigidas no Alto da Pelonha.

 

NOSSA CLÍNICA

A Nossa Clínica, dos amigos Cláudio Montenegro e Fábia, adotou recentemente horário de funcionamento aos sábados: de 7h às 13h.

 

CAFÉ

Novo jingle do Café Santa Clara traz o cantor Raimundo Fagner fazendo uma adaptação da música de Jorge Ben Jor, “Santa Clara, Clareou”.

 



Escrito por elinhares às 10h35 AM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


A fila do psicoteste no Detran não anda

 

Anteontem, um ouvinte da Difusora me ligou e confessou seu infortúnio: dera entrada no processo para conseguir a Carteira de Habilitação, passou no exame de vista, mas o psicoteste foi marcado para... pasme... agosto. Como? O processo para a consecução da CNH tem início em abril e o psicoteste só em agosto?

Ora, o psicoteste é uma das etapas dentro do processo e esse ouvinte, que vai tirar a primeira habilitação, não sabe dimensionar a angústia de quem está precisando renovar a habilitação e não tem como esperar, caso de profissionais do volante.

Consegui contato com o diretor do Detran, em Mossoró, Osnildo Morais e ele confirmou a veracidade da informação repassada a mim. Mossoró está prestes a um ter colapso na emissão e renovação de CNHs por conta de uma resolução do Conselho Federal de Psicologia, de número 018 de 20 de dezembro de 2000 que prevê, em seu art. 86, que “cada psicólogo só poderá efetuar atendimento de, no máximo, 10 (dez) candidatos por jornada de trabalho”.

Inclusive, resolução de 2007, do mesmo Conselho Federal de Psicologia, em seu art. 85, adianta que “cada psicólogo só poderá efetuar atendimento de, no máximo, 10 (dez) candidatos por jornada de 8 horas de trabalho”. (grifo nosso)

Mossoró só possui dois psicólogos habilitados para atender junto ao Detran e que, até novembro passado, quando o Conselho Regional de Psicologia passou a fiscalizar essa determinação da instância superior, atendiam, em média, 25 pessoas dia, cada um.

Uma queda colossal nos atendimentos só poderia emperrar o sistema e ocorrer o que me relatou o ouvinte: processo aberto em abril e psicoteste em agosto. Em média, segundo Osnildo, por dia são abertos 180 processos para consecução da primeira habilitação e/ou renovação.

Diante da situação inusitada de um pai de família, motorista de uma empresa, que precisava renovar sua CNH, disse cobras e lagartos por não entender a situação e depois sentou e chorou copiosamente, fez com que Osnildo fosse ao Ministério Público explicar a situação e pedir uma solução.

O diretor do Detran sabe das dificuldades e, se assim continuar, não vai demorar muito, segundo ele, para que o cidadão fazer ou renovar a sua habilitação terá que enfrentar uma fila de três anos, esperando por um psicoteste. O Pior é que cerca de 500 pais de famílias, motoristas profissionais, podem perder seus empregos, como alguns já perderam. Infelizmente!

 

NA FILA

Anda sobre o assunto acima, um programa de computação é que gerencia a marcação dos dias do psicoteste. Portanto, não tem como furar a fila...

 

MAIS PROFISSIONAIS

Tomando como base as informações de Osnildo Morais, diretor do Detran, e essa é a minha opinião, mais três profissionais psicólogos seriam precisos em Mossoró para suprir a demanda. No mínimo. O mais grave é que mesmo que tivesse esses três profissionais a mais, não se teria espaço para trabalhar já que a Central do Cidadão não tem a mínima estrutura.



Escrito por elinhares às 09h32 AM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Hoje, 10 de abril, é Dia da Engenharia e Dia do Exército Brasileiro

 

Há 43 anos

Como bom fã da banda inglesa The Beatles, é dever lembrar uma data que muitos fazem questão em esquecer: o dia da separação. Em 10 de abril de 1970, Paul McCartney comunicava a sua saída do quarteto inglês.

 


Covardia e golpe publicitário

O mais interessante é que não foi Paul McCartney o primeiro a deixar a banda, mas sim o baterista Ringo Starr, em 1968, por causa das brigas internas. Retornou meses depois. As brigas continuaram e em uma reunião, John Lennon disse que “queria o divórcio” e tudo foi contornado para não prejudicar o lançamento de Let it Be. Lennon viu no ato de Paul uma covardia, já que ele fundara a banda. Em verdade, o anúncio de Paul veio na esteira do lançamento do Let it Be, bem como de seu primeiro trabalho solo, batizado de McCartney. E o resto é história...

(Por falar em Paul, já comprei meu ingresso para o show dele em Fortaleza, no próximo dia 9 de maio. As vendas continuam no site www.ingresso.com.br)

 

Musical

Neste domingo, dia 14, tem espetáculo infantil no Teatro Municipal Dix-huit Rosado: musical A Dama e o Vagabundo, às 17h.

 

Oratória

O advogado Francisco Lavor volta a Mossoró para ministrar seu vitorioso curso de oratória. Será nestes dias 12 e 13/4. Maiores informações pelo site www.cursodeoratorialavor.com.br

 

Audiências públicas

Proposição do vereador Genivan Vale, será realizada nesta sexta-feira (12), audiência pública para debater a falta de investimento da Petrobras na cadeia produtiva do petróleo de Mossoró e região. A partir das 15h, na Câmara Municipal de Mossoró (CMM). Amanhã (11), também na CMM, audiência pública visa discutir a PEC – Proposta de Emenda à Constituição 37, que retira atribuições do Ministério Público. O autor é o vereador Jadson e começa às 9h.

 

Forró

Começa amanhã mais uma Vaquejada do Porcino Park Center. Agora as atrações musicais se apresentam somente a partir do dia 12. Na sexta-feira tem Aviões do Forró, Dorgival Dantas e Forró Pegado. Para quem gosta, uma boa pedida. A festa de gado só termina no domingo, dia 14.

 

Palestra

A antropóloga e professora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Dra. Maria da Conceição Almeida, profere palestra amanhã (11), a partir das 19h30, no auditório da Biblioteca Ney Pontes Duarte. O tema da palestra é “Redescobrindo a Mulher Selvagem” e terá como debatedores o Dr. Fábio de Weimar The, promotor de Justiça da Fazenda Pública, e o professor especialista José Evangelista de Lima, psicólogo. A promoção é da AFLAM – Academia Feminina de Letras e Artes Mossoroense.



Escrito por elinhares às 03h38 PM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Hoje dia 28 de março de 2013, é Dia do Diagramador. Em nome de meu irmão, Emmanoel Linhares, que já trabalhou nos jornais O Mossoroense, Gazeta do Oeste e hoje está no Jornal De Fato, envio o meu abraço a todos os diagramadores de Mossoró

 

CONCRET

A Aragão Publicidade Ltda, agência publicitária da capital do RN, agora com filial em Mossoró, passou a atender este mês a conta da Concret Materiais de Construções Ltda. Sucesso!

 

CANDIDATURA

Fafá poderá ser candidata em 2014

O médico e deputado estadual Leonardo Da Vinci (DEM), disse-me que é verdadeira a intenção de candidatura da esposa, ex-prefeita Fafá Rosado (DEM), a cargo eletivo no próximo ano. Fafá poderá disputar cadeira na Assembléia Legislativa ou Câmara Federal, pelo PMDB, partido ao qual foi lançada candidata a prefeito, mas fora derrotada, à época, pela hoje governadora Rosalba Ciarlini.

 

CURSO

Por falar em Fafá, ela está cursando Gestão Pública na UnP em Natal, desde janeiro passado, curso este que chegará ao final agora em abril.

 

DVD

Cerca de 70% do novo DVD da banda Os Tremendões (foto abaixo), que tem no médico e deputado estadual Leornardo da Vinci a sua referência maior, está pronto. A finalização depende do tempo disponível e sempre escasso de Dr. Leornardo, que está animado com o projeto. Outro projeto que anima Dr. Leonardo é o retorno aos microfones. Voltará a participar de espaço na Difusora, com o quadro "O Médico em Sua Casa", dentro do programa J. Nobre no Comando Geral.

 

 

ORATÓRIA

O advogado Francisco Lavor retorna a Mossoró para ministrar, mais uma vez, curso de oratória para quem quer vencer o medo de falar em público, aprender técnicas para convencer pessoas e ser bem sucedido em discursos, palestras e apresentações. Acontecerá nos dias 12 e 13 de abril, na ACIM. Maiores informações pelo fone 8779.1920.

 

Release

Tassyo Mardonny defende construção de ponte que beneficiaria 500 famílias da zona rural de Mossoró

O vereador Tassyo Mardonny solicitou no ultimo dia 26, durante Sessão na Câmara Municipal de Mossoró, a construção de uma ponte localizada no Rio do Carmo, interligando o Sítio Melancias, Projeto de Assentamento Favela e Sítio Mulunguzinho, na zona rural de Mossoró.

Para o parlamentar a ponte beneficiaria, diretamente, cerca de 500 famílias que trafegam pelo local, deslocando-se diariamente da zona rural para a zona urbana. "Esta importante obra seria a solução dos problemas de locomoção enfrentados pelos moradores dos assentamentos", disse.

"Verificamos que muitos moradores trabalham diariamente na cidade e enfrentam longas viagens cansativas por estradas carroçáveis e de difícil acesso. A ponte seria uma das soluções para o problema”, finaliza.

Ainda durante a sessão, o vereador enviou solicitação à Prefeitura Municipal de Mossoró, para a substituição e reposição de lâmpadas queimadas em postes localizados na Rua Manoel Benício, cruzamento com a Rua Delfim Moreira, no bairro Santo Antônio. Moradores reclamam da escuridão e dos constantes assaltos durante a noite, facilitando a ação de bandidos.

Assessoria de Comunicação - Ismael Sousa (8864-5646)

 

Dica de música

Paul McCartney, que em maio próximo fará três shows no Brasil, canta “My Valentine”. http://www.youtube.com/watch?v=6wxdtq1NpGI

 

 



Escrito por elinhares às 08h54 AM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


 

Mudança de comportamento do usuário deve tornar 2013 o ano das compras via celular

Pesquisa da indústria móvel revela que 2013 deve ser o ano das lojas móveis. Especialista do setor acredita que isso se deve a mudança de cultura e comportamento do usuário mais aberto em sua experiência de compra.

De acordo com a Juniper Research, que anualmente faz 10 previsões de tendências para a indústria da mobilidade, em 2013 um dos destaques é o comércio virtual. Segundo a consultoria, o dado ficou na quarta colocação e afirma que a tendência do ano é que o varejo abrace a estratégia de loja móvel e com isso, impulsione o mercado de mobile commerce (m-commerce).

Um dos pontos positivos para o m-commerce é a rápida evolução no mercado dos gadgets, telas maiores, melhor resolução, internet de qualidade à disposição e também aplicativos que facilitam o sistema de compras. “Hoje é viável consultar um mapa no celular, pesquisar lojas e comparar preços. Os consumidores estão incorporando naturalmente esses recursos em suas vidas e apresentam um comportamento mais aberto para a experiência de compra”, explica Vander Guerrero, CEO da Zenvia, empresa líder em mobilidade corporativa.

Outro fator que impulsiona as compras são as mídias sociais, principalmente com a publicidade nos sites de relacionamento que ativam consumidores virtuais de todas as idades. “Naturalmente o avanço da internet e da comunicação móvel permite a evolução das soluções de compras virtuais. É importante entender o m-commerce como todas as atividades relacionadas com a experiência de compra, desde uma busca a uma loja até a transação em si”, reforça Guerrero.

A tendência é Investir em recursos que consigam explorar o valor único da mobilidade. “Um exemplo é o uso de notificações SMS para aumentar a transparência e a confiabilidade em uma compra virtual, temas bastante sensíveis para a expansão do e-commerce”, conclui o executivo.

 

Fonte: KB Comunicação

 

CHAMA TODO MUNDO

Apesar de receber sugestões de partidários no sentido de anular concurso público realizado na administração anterior, o prefeito de Governador Dix-sept Rosado, Anaximandro Vale, o Anax, disse ser contrário à ideia e, na verdade, vai chamar todos os que foram aprovados. A anulação do concurso, segundo o próprio prefeito, traria prejuízos financeiros ao erário e, como foi feito de forma lícita, não vê motivos em anular o certame.

 

40 ANOS DA APAE MOSSORÓ

Programação ecumênica marcará a passagem dos 40 anos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE). Será nesta segunda-feira, a partir das 8h da manhã, na sede localizada na rua Monsenhor Júlio Bezerra, 94, no Abolição II. O evento festivo contará ainda com exposição e amostra cultural, representada pelos alunos que vão contar um pouco dessa história.

 

HORA DO PLANETA


Amanhã teremos a quinta edição da campanha “Hora do Planeta”, onde o mundo vai apagar as luzes por uma hora. O objetivo é criar uma consciência ambiental nas pessoas, para que passem a se preocupar mudando seus hábitos em prol da sustentabilidade. As luzes deverão ser apagadas das 20h30 até as 21h30.

 

DICA DE BLOG

GEDEV - Grupo de Estudos Desenvolvimento e Violência - UFERSA (Universidade Federal Rural do Semi-Árido)

http://gedev.blogspot.com.br/



Escrito por elinhares às 04h21 PM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


 

Hoje é Dia Universal do Teatro, Dia Mundial da Poesia e das Florestas, Dia Internacional da Discriminação Racial e da Síndrome de Down e, também, Dia da Infância...

 

TRANSTORNOS À VISTA

Início de obras do viaduto no cruzamento da João da Escóssia com a BR-304. Prepara-se para ouvir reclamações dos estudantes da UnP, moradores de condomínios e consumidores do shopping Center e atacados. O transtorno é passageiro e o benefício duradouro. Tenhamos paciência, pois...

 

LE BISCUIT

As Lojas Americanas vão ganhar um concorrente à altura, no Mossoró West Shopping. Trata-se da rede baiana de lojas de departamentos, a Le Biscuit. A inauguração está prevista para julho e se instalará em parte do espaço onde funcionou o Hiper Queiroz. A Le Biscuti inaugurou em setembro do ano passado uma unidade no Midway Mall, em um investimento de R$ 4 milhões - incluindo estoque.

 

Xô, procrastinação!

1. CRIE PRAZOS

Eles são importantes para nos organizarmos mentalmente e termos claro que não podemos enrolar para sempre para fazer as coisas e cumprir os compromissos.

 

2. DÊ-SE RECOMPENSAS

Permita ficar meia hora batendo papo para algumas horas seguidas trabalhadas ou prometa-se um presente quando estiver na metade do projeto. Isso ajuda a se esforçar mais.

 

3. CONCENTRE-SE

A forma mais fácil de procrastinar é se distraindo. Dê atenção às tarefas. E evite telefones, e-mails e tentações da internet.

 

4. FAÇA LISTAS

Coloque tudo o que você tem ou deseja fazer no papel. Mas seja sincero mesmo: elimine as tarefas que você não planeja realizar nunca, mas vai acumulando.

 

5. NÃO MISTURE

Faça listas diferentes para prioridades do trabalho e dos afazeres domésticos, por exemplo. Senão as urgências do trabalho vão sempre ficar em primeiro lugar.

 

6. ABRA O JOGO

Se você acha que não vai dar conta de uma tarefa, seja honesto: fale das suas dificuldades. Mas, se possível, tente fazê-la. Você pode se surpreender.

(Via http://www.facebook.com/SistemaHigia?notif_t=fbpage_fan_invite)

 


FOTO-LEGENDA

“Protesto dos Moradores da Rua: Tiradentes, Bairro #AltoDaConceição, com o descaso da #CAERN há mais de 15 dias com um cano estourando.” (via @SigaAdailtonJr)



Escrito por elinhares às 11h57 AM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Promovida para assumir a Coordenação do Cursinho Pré-vestibular do Diocesano, a professora e assessora de Comunicação do citado estabelecimento de ensino, Hildegard Mota (foto), vai logo avisando: retomará o programa sobre vestibulares nas tardes de sábado da FM 105. Reestréia em abril. Boa sorte na empreitada...

- x -

A TV Assembleia terá o transmissor mais potente de Mossoró. Ficará instalado na torre as Serra Mossoró e, dessa maneira, o sinal poderá ser captado nas cidades de Areia Branca, Grossos, Baraúna e Governador Dix-sept Rosado. Inaugburação prevista agora para abril.

- x –

Nova "tourneé" de Paul McCartney, batizada de "Out There", tem primeiro show confirmado e será na Polônia. Hoje poderá sair a confirmação oficial do show em Fortaleza, data e início de vendas de ingressos... Expectativa total dos fãs do ex-Beatle.

- x –

O jornalista Paulo Araújo, que chegou a assumir por um curto espaço de tempo a Secretaria de Comunicação do Governo do Estado do RN, lançará amanhã, a partir das 20h, no Museu Municipal Lauro da Escóssia, o livro intitulado “Como se fossem letras”, onde faz um apanhado de 10 anos de colaborações em diversas revistas, sites e jornais.

- x –

Apesar dos avisos escritos ao longo do muro, o lixo vai se acumulando na rua Cel. Altamiro Braga, no Abolição IV. A prefeitura municipal se esforça para manter um calendário de coleta, mas a população, em muitos casos, não colabora. E, ainda, apesar das intensas campanhas no combate contra a dengue, o descarte de pneus é feito naturalmente, sem qualquer tipo de cuidado. Triste realidade de um povo sem educação...


- x –

A Procuradoria-Geral de Justiça do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) abriu edital de concurso para estagiários da área administrativa da instituição. Para a Comarca de Mossoró, são ofertadas cinco vagas, para os cursos de Ciências da Computação/Engenharia da Computação/Sistemas de Informação/Informática (02), Comunicação Social- Jornalismo (02) e Engenharia Ambiental (01).

Fonte: Giselle Ponciano - Assessoria de Imprensa MPRN/Mossoró - 3315.3858



Escrito por elinhares às 11h53 AM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


CHIMBINHO

 

Paulo Afonso Linhares

 

Uma luz se apagou, de repente, no pequeno mundo de nossas existências. Tenebrae factae sunt. Sim, fez-se treva nos corações dos familiares e amigos de Antônio Gonzaga Chimbinho, a sua prematura morte, como se fosse uma inesperada e bizarra antecipação da noite. Sim, aquilo que era mero prenúncio nos últimos cinco anos, em que Chimbinho travou renhida luta contra um mal terrível, repentinamente se fez realidade arrebatadora e implacável; nada mais havia a fazer senão soar os soturnos clarins para anunciar o fim da liça. Tudo consumado no clarão de pequeno e último instante. Difícil era crer que esse homem de sorriso amigo e gestos largos, Gonzaga Chimbinho, se fosse assim tão cedo. E tudo como se fosse para dar sentido àquela constatação de que Deus, criador da vida, sempre chama para junto de si os melhores.

Agora tudo é silêncio e calma, para o amigo Chimbinho; tudo já passou: a dor, o sofrimento, a angústia, o desalento da despedida na hora derradeira. Indubitável que lutou o que pôde, pela vida, enquanto vida havia; em verdade, bem que Chimbinho poderia dizer, a exemplo das palavras do apóstolo Paulo: “Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé” (2 Tm 4.7). Para nós todos que aprendemos a admirar Gonzaga Chimbinho e que continuamos nessa nau de tormentas e desafios, temos o alento do seu exemplo de vida e de luta. Nós o choramos, como se todos fôssemos um pouco seus irmãos, para usar as palavras do deputado Padre Godinho, ditas alhures. Contudo, ele está em paz, o pequeno grande homem que iluminou os caminhos por onde palmilhou e cuja partida será chorada por longo tempo. Embora tenha partido cedo, redimiu o seu tempo, mormente porque viveu em plenitude essa passagem terrena. Entra definitivamente para a História esse menino humilde do Itajá e dileto filho adotivo da generosa Mossoró de Santa Luzia.

A vida inteira viveu junto aos livros e fez do magistério a sua razão de viver, vindo a galgar o mais alto posto da instituição de ensino superior que ajudou a erigir – a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte – na condição de seu reitor, cuja gestão eficiente, profícua e participativa, foi marcada pela manumissão legal dessa casa de saberes, que passou a se denominar “universidade”, de direito, já que de fato, insistia ela, de há muito em ser. Nos anos e décadas que virão, não será esquecida essa presença luminosa do reitor Gonzaga Chimbinho, que deu à academia uma bela lição de tolerância e de culto aos valores da cidadania, da liberdade e de amor à humanidade. Bem sabia ele da fragilidade dos homens, da vacuidade do poder e da inanidade da glória. E quão efêmeras seriam, para ele, as coisas do mundo.  Não, não será esquecido, Gonzaga Chimbinho.

 Multifacetada é a vida dos homens: no recinto da vida privada ou na inevitável exposição da vida pública. Em ambos os domínios uma mesma atitude altiva, obstinada e firme de Gonzaga Chimbinho, que soube honrar a herança moral que recebeu, aprimorou e transmitiu, qual imorredouro legado, aos seus filhos Taísa, Tasla e Tiago. E para gáudio de sua amantíssima e dedicada esposa, Jandira, companheira inseparável até o instante último.  Jamais o esquecerão. E diante de perda tão grande, um belo conforto pode ser encontrado nas palavras – parafraseadas - de Salomão, no Capitulo 3,1-9, do Livro da Sabedoria: “Aos olhos dos insensatos, parece ter morrido; ele, porém, está em paz”.  Está em paz e viverá na memória de todos que, a exemplo deste escriba de aldeia, tiveram o privilégio de conhecê-lo de perto. Ave, amigo Chimba.



Escrito por elinhares às 10h17 AM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


 Pesquisa comprova: armas de fogo não são a causa da violência

 

Um levantamento recente que apontou as 50 cidades mais violentas do mundo, realizado pela ONG mexicana Conselho Cidadão para Segurança Pública e Justiça Penal, concluiu que países com políticas de restrição às armas de fogo têm índices de violência maiores do que outros.

                Um exemplo pode ser observado no México. O país proíbe o porte de armas e mantém regras rígidas de posse de armamentos, entretanto, tem 9 cidades na lista das mais violentas e ocupa a 2ª posição do ranking com Acapulco (142,88 mortes por 100 mil habitantes).

                Das 34 nações que figuram o estudo, o Brasil encontra-se em 13º lugar com uma taxa de 29,68 homicidios por 100 mil habitantes. No ranking das 50 cidades mais violentas do mundo, 15 são do Brasil. Liderando, Maceió em 6º lugar, com quase 86 assassinatos por 100 mil habitantes, seguida por João Pessoa (10º), Manaus (11º), Fortaleza (13º), Salvador (14º), Vitória (16º), São Luís (23º), Belém (26º), Cuiabá (28º), Recife (30º), Goiânia (34º), Curitiba (42º), Macapá (45º), Belo Horizonte (48º) e Brasília (49º) que ingressou na lista em 2012.

                As maiores causas da violência, indicadas pela ONG mexicana, são as drogas, gangues e impunidade e não o uso, a posse e o porte de armas de fogo, ao contrário do argumento utilizado por alguns parlamentares, ONGs e outros formadores de opinião para justificar a importância das políticas de desarmamento

                O estudo traz a tona uma verdade, até então conhecida apenas pelos que se opõem a controles maiores sobre o comércio e porte de armamento, “o desarmamento não detém os delinquentes violentos que sempre têm sua forma de obter armas. As proibições só desarmam as pessoas inocentes e as deixam mais vulneráveis aos criminosos”.

                A solução para a violência consiste em dois tipos de ações principais: o sistemático e crescente combate a impunidade e a ação da polícia em prevenir os crimes e punir os bandidos, com o devido respeito aos direitos fundamentais dos indivíduos. É o que demonstra os resultados de cidades como Juárez, no México, que por três anos consecutivos (2008, 2009 e 2010) figurou o primeiro lugar no ranking das cidades mais violentas e atualmente encontra-se em 19º. Nos últimos 14 meses, Juárez está tendo uma verdadeira queda na taxa de homícidios, de 229 por 100 mil habitantes em 2010 para 56, em 2012: uma queda de quase 76%.

 

Fonte:

Bene Barbosa, especialista em segurança e presidente do Movimento Viva Brasil.

 

Mais informações:

Mariana Nascimento

Imagem Corporativa

(11) 3526.4554

mariana.nascimento@imagemcorporativa.com.br



Escrito por elinhares às 04h56 PM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


 

Rio Grande do Norte tem 4 mil médicos; 74% deles estão na capital e 69,5% atuam no SUS

 Levantamento elaborado por CFM e Cremesp pontua os principais desafios para o trabalho médico no Brasil; dados podem subsidiar políticas públicas

O número de médicos em atividade no RN chegou a 4.604 em outubro de 2012, segundo revela o estudo lançado nesta segunda-feira (18), pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), em Brasília. Com taxa de 1,43 profissional por 1.000 habitantes, o estado se posiciona abaixo da média nacional, ocupando o décimo sexto lugar em números absolutos de médicos registrados em todo o país (388.015) e o décimo segundo em termos proporcionais. Cerca de 74% destes profissionais se concentram na capital e 69,5% deles atuam no Sistema Único de Saúde (SUS).

 No RN, também se destaca a desigualdade percebida entre a capital e os municípios do interior do Estado. Os dados divulgados mostram que 2.417.418 cidadãos, moradores de cidades interioranas, são assistidos por 1.193 médicos. Neste conjunto de municípios, a razão médico/habitante fica em 0,49. Por outro lado, os residentes na capital têm um índice de 4,21 médicos por 1.000 habitantes.

 As informações constam do segundo volume da pesquisa Demografia Médica no Brasil: Cenários e indicadores de distribuição, desenvolvida em parceria entre CFM e Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp). O estudo, que aponta distorções severas na distribuição de médicos pelo país, reforça a preocupação das entidades médicas com as condições para o exercício da medicina, especialmente no interior dos estados.

 Para os conselhos de Medicina, o Brasil é um país marcado pela desigualdade no que se refere à concentração de médicos. A população médica brasileira, apesar de apresentar uma curva constante de crescimento, permanece mal distribuída pelo território nacional. Embora cerca de 48,66 milhões de brasileiros tenham acesso a planos de assistência médico-hospitalar (ANS, 2012), o SUS atende constitucionalmente toda a população, inclusive nas ações de promoção, vigilância, assistência farmacêutica, urgência, emergência e alta complexidade.

 Nos dados de médicos do SUS, o estudo Demografia Médica faz ressalvas: há falhas na alimentação das bases e médicos em regimes de plantão e terceirizados podem não constar do cadastro nacional, subestimando o número de profissionais que trabalham no SUS. Além disso, a unidade "médico do SUS" é complexa, pois existem diferenciais de especialidade, produtividade, idade, gênero, número de vínculos e carga horária dedicada ao serviço.

 Pelos registros do CNES, há razão é de 1,11 médico que atende SUS por 1.000 habitantes, contra uma razão de 2 por 1.000 para o conjunto dos profissionais registrados. "Para um sistema de saúde público e universal, mesmo diante das limitações das bases de dados do CNES, pode-se dizer que é insuficiente a presença de médicos no SUS", aponta o levantamento.

Soluções estruturantes - A reversão desse quadro, no entendimento dos conselhos de medicina, passa pela adoção urgente de medidas estruturantes na assistência em saúde. Entre elas, constam a necessidade de adoção de políticas de valorização dos profissionais de saúde, o fim da precarização dos vínculos empregatícios e a implementação de planos de carreira, cargos e vencimentos. Além delas, as entidades defendem o aumento do investimento público no setor e a criação de uma infraestrutura que garanta instalações, equipamentos e insumos para o exercício da Medicina.

                 Outra proposta defendida pelo CFM prevê a criação de uma carreira de médico no âmbito do SUS como forma de estimular a fixação dos profissionais nas áreas consideradas de difícil provimento. "As áreas que apresentam melhores condições de atração de médicos e demais profissionais também são as que possuem vantagens de infraestrutura, estabelecimentos de saúde, maior financiamento público e privado, melhores condições de trabalho, remuneração, carreira e qualidade de vida", ressalta o presidente do CFM, Roberto Luiz d'Avila, um dos idealizadores da proposta de carreira de estado para o médico do SUS.

Fonte: Pesquisa Demográfica Médica no Brasil, 2013. 

 



Escrito por elinhares às 12h10 AM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


No Bom Dia Ministro, Ideli Salvatti fala dos preparativos do governo federal para o Encontro Nacional com Novos Prefeitos e Prefeitas

 

O Bom Dia Ministro desta quinta-feira (24) entrevista a ministra-chefe da Secretaria de Relações Institucionais, Ideli Salvatti. No programa, a ministra fala da realização do Encontro Nacional com Novos Prefeitos e Prefeitas - Municípios fortes, Brasil sustentável, em Brasília (DF), entre os dias 28 e 30 de janeiro. A entrevista é produzida e coordenada pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, e transmitida ao vivo pela NBR TV e via satélite, das 8h às 9h.

O evento, coordenado pela Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, irá reunir gestores municipais de todo o país – novos e reeleitos – para estabelecer parcerias com o objetivo promover o crescimento econômico do país com inclusão social, equilíbrio ambiental e participação cidadã. Para apoiar os gestores municipais a atingir esse objetivo, serão apresentados os principais programas federais compreendidos nos eixos Desenvolvimento Social, Desenvolvimento Econômico, Desenvolvimento Ambiental e Urbano e Participação Social e Cidadania. Cada temática destacará as políticas dos Ministérios e órgãos federais voltadas para o respectivo tema.

Programas prioritários do Governo Federal, executados em parceria com os governos municipais, como o Brasil sem Miséria, o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) e a Política Nacional de Resíduos Sólidos e de Saneamento, entre outros, irão compor a programação principal do evento.

Também serão apresentadas boas práticas de municípios e consórcios intermunicipais e oferecidas oficinas técnicas sobre o sistema de convênios e contratos de repasse, bem como de outros instrumentos de modernização administrativa. Os participantes receberão publicações exclusivas com orientações voltadas para o início dos mandatos e os programas federais que podem ser acessados pelas prefeituras.

A primeira recepção do governo federal aos novos prefeitos aconteceu em 2009. A realização do evento integra as ações de apoio federal à gestão local e ao fortalecimento do diálogo direto entre União e municípios.

O programa é transmitido ao vivo pela TV NBR e pode ser acompanhado por meio do link no site da Secretaria de Imprensa da Presidência da República http://www.planalto.gov.br. Para as rádios, o sinal de transmissão é disponibilizado pelo mesmo canal da "Voz do Brasil". Após o programa, o áudio da entrevista estará disponível no site da Secretaria de Imprensa da Presidência da República.

 

Observação - O comunicador e repórter J. Nobre participará amanhã (24) do programa Bom Dia Ministro, transmitido em rede nacional pela NBR. A entrevista desta quinta-feira é com a ministra-chefe da Secretaria de Relações Institucionais, Ideli Salvatti. A partir das 9h.



Escrito por elinhares às 09h20 PM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


QUE REPÚBLICA?

Paulo Afonso Linhares

           A proclamação da república completou, neste 15 de Novembro de 2012, cento e vinte e  três anos. Antes de ser uma marca o evento nos obriga a uma reflexão em torno do que seja efetivamente o espírito republicano. De princípio, o mais grave é constatar que as instituições republicanas brasileiras, caldeadas pela filosofia positivista da elite militar que afundou a combalida nau da monarquia, sempre foram muito frágeis em face do mando das oligarquias, do patrimonialismo e do paternalismo político, elementos estes absolutamente antagônicos à noção da república. Com efeito, de 1889 a 1930 teve o Brasil a chamada “República Velha”, marcada inicialmente pelo poder autocrático dos militares, cujo melhor exemplo foi o marechal Floriano Peixoto, pretensa versão tupiniquim do marechal prussiano Otto von Bismarck. A diferença é que Bismarck foi um grande estadista. Já Floriano, embora tenha consolidado a nova ordem catalisada na Constituição de 1891, governou com motins e sedições (de 23 de novembro de 1891 a 15 de novembro de 1894), com orientação nacionalista e centralizadora a partir da implantação de uma ditadura de salvação nacional.

Quando decretou estado de sítio, em abril de 1892, Floriano Peixoto prendeu e desterrou seus opositores para a Amazônia. O advogado Rui Barbosa impetra habeas corpus (o famoso Habeas Corpus nº 300/STF) em favor do Senador Almirante Eduardo Wandenkolk e outros cidadãos, indiciados por crimes de sedição e conspiração, presos ou desterrados em virtude de decretos expedidos pelo Vice-Presidente da República, Marechal Floriano Peixoto, na função de Presidente. Segundo consta do sítio do STF, Rui fundamentou o pedido “na inconstitucionalidade do estado de sítio e na ilegalidade das prisões ocorridas, umas antes de decretado o estado de sítio, outras, depois de terminada a sua vigência, quando devem imediatamente ser restabelecidas as garantias constitucionais”. Informado, o marechal Floriano ameaçou o STF asseverando: "se os juízes concederem habeas corpus aos políticos, eu não sei quem amanhã lhes dará o habeas corpus de que, por sua vez, necessitarão". O STF negou o habeas corpus por dez votos a um.

A partir da saída de Floriano, a República Velha se pautou pela política das oligarquias agrárias de São Paulo e Minas Gerais, a política do “Café com Leite”, que teve fim com a emergência de uma nova elite industrial e financeira eminentemente urbana e com a insatisfação da jovem oficialidade do Exército, que constituíram a base da chamada “Revolução de 30” e entronizou no poder federal o gaúcho Getúlio Vargas, como ditador, por quinze anos, período conhecido como do “Estado Novo”.

Os dezenove anos seguintes (1945-1964) da República, à exceção do governo Dutra (1946-1951) que gozou de estabilidade política, foram conturbados e culminaram com a instalação de mais uma ditadura em março de 1964 e que duraria mais vinte e um anos, período caracterizado pelos governos dos militares que, embora mantendo em funcionamento algumas instituições republicanas como fachada, o espírito republicano esteve ausente na condução desses governos que suprimiram as liberdades civis, amordaçaram o Congresso Nacional e intimidaram o Poder Judiciário quando impostas as aposentadorias compulsórias de alguns ministros do Supremo Tribunal Federal (Hermes Lima, Victor Nunes Leal e Evandro Lins e Silva) pelo Ato Institucional nº 5 (em 16 de janeiro de 1969), além das aposentadorias voluntárias dos ministros Antônio Gonçalves de Oliveira e Antonio Carlos Lafayette de Andrada, em solidariedade aos colegas compulsoriamente aposentados. Registre-se, ainda, a aposentadoria do ministro Adaucto Lúcio Cardoso em 18 de março de 1971, após o episódio da sessão ocorrida oito dias antes (Em 1971, o STF julgou constitucional a lei da censura prévia, editada pelo Governo Médici. Vencido o Ministro Adauto Lúcio Cardoso manifestou sua indignada repulsa diante daquela decisão, despiu sua capa. atirou-a em sua curul e abandonou acintosamente o recinto, segundo narra Evandro Lins e Silva no seu “O Salão dos passos Perdidos”).

Nunca o Brasil esteve tão perto de colimar certo modelo republicano, quanto após o advento da Constituição de 1988. Alguns solavancos começam a preocupar, principalmente na rota de colisão que se apresenta entre o Supremo Tribunal Federal e os outros poderes da República. Afinal, para o segmento político mais conservador – aquele chamado pelo marechal Castelo Branco de “vivandeiras alvoroçadas a rodar os bivaques dos granadeiros” – a salvação da República estaria nas togas e não mais nas fardas. E o sábio Marcus Tullius Cicero passa a ser lembrado: “Que as armas cedam à toga, o triunfo militar à glória cívica.” Para Cícero, a toga era o símbolo da República e não era necessariamente o pálio dos juízes, mas, dos estadistas.



Escrito por elinhares às 01h18 PM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


AS FESTIVAS ELEIÇÕES DE 2012

 

Paulo Afonso Linhares

 

            A realização do segundo turno das eleições municipais de 2012 encerra mais um capítulo do processo de construção da democracia no Brasil. Claro, no plano da institucionalidade, desde a Constituição de 1988, a democracia se imbrica com o direito para fundar a própria noção de Estado. No entanto, para que tenha existência concreta, a democracia necessita ser exercida de diversas formas. Uma destas modalidades – e decerto a mais conhecida, embora nem assim tão mais importante - são as eleições dos agentes políticos para exercer cargos nos Poderes Executivo e Legislativo, nos três níveis federativos, que se realizam a cada dois anos. E o povo se mostra entusiasmado, posto que sua participação ainda seja inorgânica e pouco centrada nos partidos políticos, de modo que reproduz, ainda, níveis políticos e ideológicos incipientes.

            Na verdade, as campanhas políticas, sobretudo, nas pequenas e médias cidades do interior deste brasilzão de muitas facetas, são a diversão de massa que essas populações somente veem em raros e fugazes momentos festivos (festa de padroeiro, festas juninas, eventos de inauguração de obras públicas etc.). Ora, as campanhas políticas duram três longos meses de esforço, correria, caminhadas, passeatas. Carreatas e comícios, tudo geralmente puxado a muita bebida, música (com os horríveis “paredões de som”...), danças, namoros e pedimento de votos. Fora estes dois últimos aspectos, os outros dão às campanhas uma dimensão lúdica inafastável. Se a legislação eleitoral não fosse tão rigorosa (quanto arcaica e equivocada) as bandas literalmente voariam. É visível que do lado do legislador contemporâneo houve toda uma tentativa de emascular as dimensões lúdicas das campanhas políticas, ao impor proibições como os showmícios, os trios elétricos com bandas de vários estilos musicais, camisetas, bonés e outras indumentárias. Enfim, tudo que poderia, mediante vultosos custos materiais, desviar a atenção do eleitor, em boa hora foi banida essa parafernália das campanhas políticas e com inegável ganho: os discursos voltaram a ser as estrelas dos palanques.

            Para o legislador e muitos juízes eleitorais a campanha eleitoral deveria ficar restrita ao Horário Eleitoral Gratuito. Para alguns mais assanhados e falso-moralistas destes, o ideal seria mesmo a volta da famigerada Lei Falcão, que tanto sucesso, para não dizer o contrário, fez na época da ditadura militar (1964-1985). No desiderato de afastar do horário eleitoral gratuito quaisquer críticas dos candidatos ao regime autocrático que impôs censura à imprensa, cassou mandatos, exilou, matou e prendeu pessoas por delitos de opinião ou prática política, o então ministro da Justiça, Armando Falcão, engendrou um monstrengo jurídico que ganhou status legislativo como Lei nº 6.339, de 1º de julho de 1976. No chamado Guia Eleitoral, os candidatos não podiam anunciar nada além do próprio currículo. Nada de discursos ou de imagens empolgantes. Nada de efeitos especiais, marchinhas, bandeiras, desenhos animados. Somente monótonos currículos lidos como se fossem ensossas listas de ingredientes das receitas culinárias. Foi certamente um dos piores e mais constrangedores momentos vividos na cena política brasileira, em que tanto os candidatos quanto seus eleitores foram levados, “manu militari”, a fazer papéis de chapados idiotas. Passou.

             A despeito das enormes restrições que a atual legislação impõe às campanhas eleitorais e candidatos, algumas até de fortíssima inspiração autoritária, especialmente quando trata dos meios de comunicação eletrônicos, a criatividade da população eleitora nas ruas e praças, com suas cores, ditos e troças, injetaram um ânimo que parecia desaparecido a essas movimentações político-eleitorais. Sempre enfatizando, claro, essa dimensão lúdica de fazer das campanhas eleitorais brincadeiras despretensiosas, uma enorme festa que terminará ou noutra festa, a da vitória nas urnas, ou na enorme e depressiva ressaca que trazem as derrotas. Tudo isso na contramão da lógica presente em todas os partidos políticos, qualquer que seja sua orientação político-ideológica, de reforçar os aspectos de cunho programático.

            Bem além das formulações teóricas de meia-tigela, basta ver que têm sido bonitas essas festa das eleições 2012, com balanços sempre positivos de uma sociedade que, com grande espírito, cresce no rumo da vivência democrática. Claro que tem valido a pena, como nos geniais versos – sempre lembrados - de Fernando Pessoa: “Valeu a pena?/ Tudo vale a pena/Se a alma não é pequena./Quem quer passar além do Bojador/Tem que passar além da dor./Deus ao mar o perigo e o abismo deu,/Mas nele é que espelhou o céu”. E a alma do povo brasileiro, mesmo com uma dose do “jeitinho”, do ser Macunaíma e outras coisinhas mais, é alma imensa, incomensurável, para quem tudo, tudo mesmo, vale a pena!



Escrito por elinhares às 10h13 AM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
Meu perfil


BRASIL, Nordeste, MOSSORO, Homem, Música, Cinema e vídeo, Leitura



Histórico


Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 Carlos Santos
 Mossoró Notícias
 Beatles Brasil
 Valderi Queiroz Xavier
 Blog do Maestro Vivi
 J. Belmont
 Olhar Escroto
 Aline Linhares
 Edilberto Barros
 Tio Coloral
 Alfredo & Os Caras
 Gilberto Reinaldo
 Gutemberg Moura
 Blog do Luciano (Fat)
 Mario Ivo
 Ismael Sousa
 Blog do Junior Pirata
 Francileno Góis
 Carlos Escóssia